belonato
Cabine da Voz
Luto

PM deixa carta comovente antes de cometer suicídio

Morte do militar reacendeu debate sobre suicídio entre policiais

19/08/2019 20h34
Por: Moisés de Oliveira
921
Cabo da Polícia Militar Francisco Barroso tirou a própria vida por causa da depressão Foto: Reprodução
Cabo da Polícia Militar Francisco Barroso tirou a própria vida por causa da depressão Foto: Reprodução

Uma carta de despedida publicada nas redes sociais por um policial militar que cometeu suicídio viralizou. Em um texto comovente, o cabo da Policia Militar de Minas Gerais Francisco Barroso, de 28 anos, relata a luta contra a depressão e o alcoolismo.

– Infelizmente, através desta, despeço-me de tudo e todos. Estou cansado de mim mesmo, de fazer bobagens, de beber demais. Há alguns tempos travei uma batalha contra a depressão e o uso abusivo de álcool, mas, infelizmente, perdi – escreveu Francisco.

O militar, que havia acabado de se formar em Direito, pediu perdão a Deus. Ele também fez um alerta para o problema da depressão e de outros transtornos psicológicos que afetam os policiais.

– Peço perdão aos que ficam e, principalmente, a Deus. Que receba minha alma de braços abertos e faça parar a vergonha constante que sinto de mim mesmo. Sempre fui uma boa pessoa e jamais prejudicaria alguém, mas tão somente eu mesmo. Foram 9 anos na Polícia Militar e eu vos digo, caros amigos: cuidem-se! A polícia é super estressante e, como no meu caso, pode ser fatal – apontou.

Francisco, que deixa a mãe e o irmão, entre outros familiares, afirma que nenhuma das pessoas próximas a ele tem culpa pela tragédia.

– Ninguém tem culpa de nada. Essa é uma decisão minha. Cuidem-se e não me julguem. Orem por mim. E quero que se lembrem sempre de mim pelos sorrisos, pelas brincadeiras. Para meus familiares: doem meus órgãos. Ajudem quem realmente precisa – pediu.

O policial militar do Rio de Janeiro Gabriel Monteiro, a quem Francisco seguia nas redes sociais, publicou um texto em seu Instagram comentando o incidente com o colega de farda mineiro.

– Chegou ao meu conhecimento o suicídio de mais um policial. Mais um seguidor vencido pela angústia. A depressão é uma doença séria, que mata, e mata muito. Pelo menos três policiais nos últimos meses que me seguiam tiraram suas vidas. O trabalho policial é extremamente delicado. De antemão anuncio que minha equipe e todo (baixo) recurso financeiro que recebemos está disponível a você, herói da sociedade.

Gabriel também denuncia o descaso com o qual a corporação militar trata casos de distúrbios psiquiátricos entre seus agentes de segurança e reforça o apoio aos colegas.

– Se você é policial e está precisando de ajuda, comunique-nos. Não é vergonha procurar auxílio. Eu tenho certeza que há muitas pessoas que te ama e que necessitam de você com saúde. A Polícia trata o doente com total desprezo e desassistência. Contudo, estamos aqui para te valorizar – escreveu.

A morte do jovem policial trouxe à tona a discussão sobre a depressão entre policiais e o quanto esta profissão pode facilitar a entrada em quadros de transtorno psicológico.

De acordo com um levantamento da Ponte Jornalismo, portal de notícias especializado em segurança pública, somente em São Paulo houve 71 casos de suicídio de policiais, civis e militares, nos anos de 2017 e 2018. Destaca-se que, de 2017 a 2018, foi registrado um salto de 73% neste índice, com 20 mortes em 2017 e 51 em 2018.

Outro dado alarmante foi constatado pelo Grupo de Estudo e Pesquisa em Suicídio e Prevenção (GEPeSP), da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj). O grupo concluiu que, no Rio de Janeiro, policiais têm quatro vezes mais chances de cometerem suicídio do que agentes de outros estados. Os pesquisadores chegaram à conclusão que o grau de violência no estado é determinante para este problema.

Entre os agentes que são diagnosticados e tratados com transtornos psicológicos os números também assustam. Somente no Rio de Janeiro, entre os meses de janeiro e agosto de 2018, 2,5 mil policiais foram afastados de suas funções por causa de transtornos mentais.

Com informações - Pleno News

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Manhuaçu - MG
Atualizado às 09h55
22°
Poucas nuvens Máxima: 33° - Mínima: 17°
22°

Sensação

5 km/h

Vento

68%

Umidade

Fonte: Climatempo
designer grafico para rede social
Municípios
ALFAVIP 3
Últimas notícias
Mais lidas
alfavip
Farmacia