Cabine da Voz
belonato
Missões

Pastor, esposa e 3 crianças são queimados até a morte por extremistas na Nigéria

Extremistas de etnia Fulani incendiaram a casa onde o pastor e sua família estavam

31/08/2018 20h33Atualizado há 10 meses
Por: Moisés de Oliveira
1.045
A testemunha ainda disse que uma vizinha também foi baleada pelos extremistas islâmicos. Ela foi ferida e levada para um hospital próximo. O The Nation relata que o pastor Wurim e sua família foram enterrados no mesmo túmulo por membros da igreja e parent
A testemunha ainda disse que uma vizinha também foi baleada pelos extremistas islâmicos. Ela foi ferida e levada para um hospital próximo. O The Nation relata que o pastor Wurim e sua família foram enterrados no mesmo túmulo por membros da igreja e parent

Extremistas islâmicos incendiaram vivos um pastor e sua família, além de destruir 95 casas em ataque a uma vila no estado de Plateau, na Nigéria. O líder cristão Adamu Gyang Wurim, sua esposa e os três filhos foram assassinados. Moradores locais dizem que os criminosos também incendiaram a igreja do pastor, segundo o Daily Post Nigeria.

Wurim cuidava da Igreja de Cristo nas Nações e pastoreou uma congregação na aldeia de Abonong no distrito de Foron. A agência de notícias nigeriana observa que o pastor e sua família foram mortos enquanto se refugiavam em casa, depois que o local foi incendiado pelos atiradores.

Mais de três pessoas morreram durante o ataque, segundo Peter Gyendeng, um parlamentar que representa a área na legislatura estadual. "Houve ataques no meu círculo eleitoral por Fulanis, matando oito pessoas, incluindo um pastor, sua esposa e três crianças, além de uma pessoa morta em Dorowa. Duas outras estão desaparecidas", disse Gyendeng.

Isaac Choji, uma testemunha ocular do ataque, disse ao jornal nigeriano “The Nation” que um grande número de homens armados cercaram a casa do pastor. Depois de incendiar a casa do pastor e outros prédios, Choji disse que os homens esperaram para garantir que nenhum sobrevivente escapasse das casas.

Massacre

A testemunha ainda disse que uma vizinha também foi baleada pelos extremistas islâmicos. Ela foi ferida e levada para um hospital próximo. O The Nation relata que o pastor Wurim e sua família foram enterrados no mesmo túmulo por membros da igreja e parentes.

Thomas Tsok, presidente de Movimento Juvenil Berom, disse ao The Guardian que os atacantes estavam armados com facões e fuzis AK47. Dizem que eles invadiram a aldeia do pastor por volta das 20 horas e dispararam. "Primeiro, eles atiraram em dois jovens que saíam da aldeia onde foram para carregar seus telefones na casa do pastor, matando um e ferindo o outro", disse Tsok.

Com informações - Portas Abertas

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Manhuaçu - MG
Atualizado às 04h09
14°
Poucas nuvens Máxima: 26° - Mínima: 12°
14°

Sensação

25.8 km/h

Vento

82.1%

Umidade

Fonte: Climatempo
designer grafico para rede social
Municípios
ALFAVIP 3
Últimas notícias
Mais lidas
alfavip
Farmacia