Terça, 26 de março de 201926/3/2019
(33) 98412-3811
Erro ao processar!
Erro ao processar!
lemoca
RELIGIÃO
Convenção do Maranhão proíbe pregadores e cantores de ministrar em outras igrejas
A Convenção dos Ministros da Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Maranhão (COMADESMA) tomou uma decisão polêmica no final de fevereiro: restringir a saída de pregadores e cantores de seu quadro para ministrarem em outras igrejas.
Moisés de Oliveira MANHUAÇU - MG
Postada em 09/03/2019 ás 13h09 - atualizada em 10/03/2019 ás 00h39
Convenção do Maranhão proíbe pregadores e cantores de ministrar em outras igrejas

Em caso de descumprimento da norma, os responsáveis serão punidos: “os obreiros ou membros que apoiarem tais trabalhos, estarão impedidos de exercer ministério (cantar ou pregar) nas Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus Comadesma.”

A Convenção dos Ministros da Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Maranhão (COMADESMA) tomou uma decisão polêmica no final de fevereiro: restringir a saída de pregadores e cantores de seu quadro para ministrarem em outras igrejas. A decisão foi assinada pelo pastor presidente, o deputado José Alves Cavalcante.


Na “Nota informativa” enviadas às igrejas e líderes da Convenção, assinada dia 28 de fevereiro, a recomendação é de que os obreiros, líderes e igrejas, ligadas à convenção, em hipótese alguma, devem “apoiar trabalhos divergentes ou dissidentes da Comadesma.”


Em caso de descumprimento da norma, os responsáveis serão punidos: “os obreiros ou membros que apoiarem tais trabalhos, estarão impedidos de exercer ministério (cantar ou pregar) nas Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus Comadesma.”


A nota frisa ainda que em se tratando de ministro a pena será maior, conforme reza o estatuto.


O motivo da decisão da Comadesma ainda é desconhecido.


Com informações - Plantão Gospel

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô: