domingo, 19 de novembro de 201719/11/2017
(33) 98412-3811
GERAL
Mãe de Cazuza entra na justiça contra Marco Feliciano
Deputado fez críticas à Globo e utilizou frase do artista em vídeo. Parlamentar acusa
Moisés de Oliveira MANHUAÇU - MG
Postada em 11/11/2017 ás 10h39 - atualizada em 11/11/2017 ás 11h06
Mãe de Cazuza entra na justiça contra Marco Feliciano

Vídeo em que deputado Marco Feliciano critica a Globo deve ser retirado do ar Foto: Repr

Após publicar um vídeo em que criticava a Rede Globo, o deputado federal Marco Feliciano recebeu uma ordem judicial para a retirada do material do ar. O motivo seria a utilização de um trecho de uma música de Cazuza. O pedido foi feito pela mãe do artista, Lucinha Araújo, afirmando que o parlamentar não teria autorização para utilizar a imagem, além de ter distorcido o uso da canção.


No vídeo publicado, Feliciano critica a novela das 21h, da Globo, por promover valores que vão contra a família. O parlamentar ressaltou que a “campanha de degradação da família brasileira já existe há 30 anos”. Para ele, a emissora promove, com sua pauta, uma “covardia contra a família”.


Caso não seja retirado do ar, o deputado pode ter que pagar R$ 200 mil de multa. Em resposta, Feliciano postou um novo vídeo afirmando que o antigo “foi censurado”. Para o deputado, a medida tem a intenção de “tentar cercear mais um parlamentar”.


Sobre o vídeo original, Marco Feliciano destacou que ele foi visto por mais de 7 milhões de pessoas, além de ter tido mais de um milhão de curtidas. O deputado republicou o original sem a parte questionada na Justiça e iniciou uma campanha de divulgação do material.


– Vamos dizer não à censura e me ajude a projetar esse vídeo mais uma vez – afirma.


Com informações - Pleno News

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
111