Sábado, 18 de novembro de 201718/11/2017
(33) 98412-3811
RELIGIÃO
Ministério Pequeno Discípulo: exemplo de voluntariado na Pediatria HCL
O trabalho no sábado foi lindo mais uma vez. Um dos pais foi Golias e seu filho Davi.  As outras crianças foram o exército. Assim interpretaram e participaram da história.
Moisés de Oliveira MANHUAÇU - MG
Postada em 19/10/2017 ás 13h47
Ministério Pequeno Discípulo: exemplo de voluntariado na Pediatria HCL

Essa troca de benefícios, entre os pacientes que são visitados e os voluntários que dedicam o tempo livre para os enfermos, é unânime como agente de cura e um eficiente instrumento terapêutico que favorece a recuperação.

O sábado, 14/10, foi mais uma vez especial para as crianças da pediatria do Hospital César Leite. Os voluntários do Ministério Pequeno Discípulo fizeram uma tarde de muita alegria, levando presentes, louvores (com voz e violão), orações e até uma encenação da história bíblica de Davi e Golias com a participação das crianças.


Há vários anos, todos os sábados, o grupo formado por seis voluntários realiza as atividades com as crianças da pediatria. A coordenadora do grupo, Sulamita Heringer, conta que além dos finais de semana, sempre são comemoradas as datas especiais, como Dia das Crianças e Natal.


O Ministério Pequeno Discípulo leva alegria para as crianças, mas seus gestos contagiam jovens, adultos e idosos. “Levamos alegria para eles, cantamos e falamos da palavra de Deus, que Ele pode curar, libertar, salvar”, reforça.


Sempre são levadas lembrancinhas das histórias que os voluntários contam e a equipe do Ministério Pequeno Discípulo ajuda na ornamentação da pediatria, inclusive no Natal.


O trabalho no sábado foi lindo mais uma vez. Um dos pais foi Golias e seu filho Davi.  As outras crianças foram o exército. Assim interpretaram e participaram da história.


O grupo mostrou como uma criança ainda pequena pode derrubar gigantes com a ajuda de Deus.


Esse trabalho desenvolvido pelos voluntários transforma os corredores e os leitos do Hospital César Leite em um pedacinho de teatro e de festa, animando os pacientes e renovando a energia dos familiares e acompanhantes, buscando reduzir o sofrimento de cada um deles por meio de brincadeiras, músicas, canções e uma boa história. Cada encontro é uma transformação e merece sempre nossos aplausos.


Essa troca de benefícios, entre os pacientes que são visitados e os voluntários que dedicam o tempo livre para os enfermos, é unânime como agente de cura e um eficiente instrumento terapêutico que favorece a recuperação.


Com informações - Carlos Henrique Cruz

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô: