domingo, 19 de novembro de 201719/11/2017
(33) 98412-3811
ECONOMIA
Em vídeo, Meirelles pede oração a evangélicos pela economia
O vídeo teria sido gravado no sábado, 16
Moisés de Oliveira MANHUAÇU - MG
Postada em 18/09/2017 ás 23h30
Em vídeo, Meirelles pede oração a evangélicos pela economia

Outubro, mês da oração pela economia.

Em um vídeo que circula em grupos de políticos no WhatsApp, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, diz que "nunca houve uma recessão como essa", e pede "uma oração pela economia". Segundo a assessoria do ministro, a mensagem foi gravada no sábado, 16, e enviada aos pastores da Assembleia de Deus em Madureira, no Rio, que realizava um evento naquele dia.


"Desde o início do ano passado, estamos nesse projeto de tirar o Brasil da maior recessão da nossa história. Nunca houve uma recessão como essa. Nossa meta é fazer com que esse País volte a ter emprego. Por isso, preciso contar com a colaboração de vocês. Me sinto à vontade falando com vocês, porque temos os mesmos valores, a lei de Deus e dos homens. Preciso da oração de todos", diz Meirelles na gravação.


O vídeo, que foi editado, termina com uma mensagem: "Outubro, mês da oração pela economia."


A assessoria do ministro informa que o vídeo foi gravado de forma amadora e que ele desconhece o autor da edição bem como o mote apresentado ao final. O ministro da Fazenda já visitou várias vezes cultos evangélicos nos últimos meses, onde às vezes participa de orações ao lado de fiéis.


Na semana passada, deputados do PSD, partido de Meirelles, lançaram o nome dele como candidato à Presidência da República em 2018.


Meirelles, porém, negou pelo Twitter que tenha esta intenção. Em caráter reservado, lideranças do PSD, partido presidido pelo ministro das Comunicações, Gilberto Kassab, avaliam que Meirelles pode ser um nome competitivo na disputa presidencial, se os indicadores da economia melhorarem. 


Com informações - UOL

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô: